Cabruca
Destaque 4 Destaque 5 Destaque 6 Destaque 7 Destaque 1 Destaque 3
FacebookTwitterYouTube

Sala de Imprensa - Notícias

06/12/2015

Escola Chocolate da Floresta do Instituto Cabruca é inaugurada em Ilhéus

 Ilhéus, 02 de dezembro de 2015 –

O Instituto Cabruca irá inaugurar, nesta sexta – ferira (04), em sua nova sede, a escola Chocolate da Floresta e o Chocolate Armazém Chão de Cacau, edição especial em homenagem ao escritor baiano Adonias Filho, pelos cem anos de seu nascimento.

A primeira ação da escola é a parceria com a Faculdade de Ilhéus, com a pós-graduação negócios em cacau e chocolate em nível de especialização, com inicio das aulas previsto para fevereiro de 2016. A especialização já está sendo considerada um sucesso, pela grande procura, quadro docente e o fato de estudar na região com maior conhecimento em cacau no mundo.

A escola e o chocolate fazem parte de uma nova etapa do Instituto Cabruca, que se notabilizou por conseguir que o sistema cabruca fosse nacionalmente e internacionalmente reconhecido como modelo de sustentabilidade. Além de sua competência na área de cacau, chocolate e a integração ao trade turístico.

 

A Escola Chocolate da Floresta:

 

 

Ao longo de sua atuação, o Instituto percebeu a necessidade de uma maior agregação de valor ao cacau enquanto alimento, seus sabores, cultura, história e a importância do mesmo na elaboração de um chocolate com qualidade, identidade, sustentabilidade e origem. Nasce assim o conceito “the tree to bar”, das árvores da floresta a barra que você degusta. Que juntamente com todos os valores intrínsecos aos seus aspectos sensoriais, aromáticos, culinário, gastronômico e de conservação dos biomas Mata Atlântica e Amazônia, culminam com a ideia do chocolate como um produto das nossas florestas.

Assim nasce a escola Chocolate da Floresta, após 50 anos da criação da primeira “escola de capatazes” no Sul da Bahia, em homenagem ao povos da cabruca e aos biomas Amazônia e Mata Atlântica, o primeiro, a Amazônia, seu berço de onde o cacau é originário, e o segundo, a Mata Atlântica Sul Baiana, onde o cacau foi adotado e se tornou conhecido mundialmente, pela rica literatura e cultura aqui produzida, como também pelo sistema de cultivo cabruca, reconhecido pela sua sustentabilidade.

O Chocolate Chão de Cacau

Em cooperação com o Memorial Adonias Filho, o Instituto Cabruca decidiu homenagear a este honrado escritor com o chocolate "Armazém Chão de Cacau: Adonias Filho" elaborado com 70% de cacau de amêndoas finas da variedade “Pará” do produtor João Tavares, premiado por dois anos consecutivos no International Cocoa Awards em Paris, como melhor amêndoa da amêrica latina.

Adonias Filho foi um dos mais renomados escritores brasileiros de origem sul baiana, nascido em Itajuípe em 27 de novembro de 1915. Ocupou a cadeira 21 da Academia Brasileira de Letras e foi premiado ainda vivo por diversas obras literárias, dentre as quais: Prêmio Paula Brito de crítica literária (1968), Golfinho de Ouro de Literatura (1968), Instituto Nacional do Livro (1968-1969), Brasília de Literatura (1973) e o prêmio Jabuti (1975).

Em sua obra Sul da Bahia: Chão de Cacau (uma civilização regional), Adonias traça a formação, perfil e a identidade cultural e sócio-econômica desta região, imortalizando-a no consciente coletivo nacional e internacional.

Para o presidente do Instituto Cabruca, Durval Libânio, a escola e o armazém Chão de Cacau irão revolucionar a cadeia de valor no Brasil, pois irá atuar na consolidação dos conceitos " da amêndoa a barra" e da "árvore a barra", já trabalhado em outros países e que envolve a qualidade nutricional do chocolate, a origem e o respeito a quem produz, a sustentabilidade da cadeia e a inovação como estratégia da competitividade do setor.

 

Voltar

Av. 2 de Julho, 379 - São Sebastião - Ilhéus - Bahia - CEP: 45653-758
Email: cabruca@cabruca.org.br - Tel/Fax: +55 (73) 3633-6899